O que os profissionais de A&B estão falando sobre a Reabertura?

O mercado irá mudar, isso não é surpresa alguma, mas quais serão essas mudanças? Para responder essa pergunta reunimos três eminentes profissionais do mercado. Rubens Salfer, chef executivo do D.O.M., Rodrigo Malfitani, head de operações de campo do Chef Time e Zé Barros, gerente executivo do Spot.

Como esses profissionais enxergam a reabertura do mercado foi o primeiro questionamento. Barros acredita que a volta será gradativa, apesar da Europa ter voltado a abrir afirma ser precoce nesse momento saber se continuará dessa forma. Salfer, por outro lado, salienta que com tudo isso acontecendo os empresários antes distantes de seus próprios negócios, começaram a estudá-lo mais de perto e ao conseguirem entender seus negócios como um todo terão vantagem na reabertura.

Malfitani, por sua vez, ressalta que o mercado será ainda mais hostil em decorrência da queda de clientes, das diversas restrições e da revisão necessária do modelo de negócio. “Muitos ficarão pelo meio do caminho pois não têm caixa para suportar dois, três ou quatro meses sem receitas ou com profunda redução delas”. Encerra dizendo que apesar de tudo isso, observando mais uma vez a Europa e seu bom desempenho, acredita que as pessoas estão fartas de estarem em casa e clamam por voltarem a frequentar seus bares e restaurantes preferidos.

Em seguida, foram pedidas dicas e sugestões para quem é empresário no ramo de alimentos e bebidas. Zé Barros aconselha que estes devem reestruturar seus empreendimentos, pois o pensamento antigo já não é o bastante. Rodrigo Malfitani também sugere o mesmo, “inovação, adaptação e romper com todo e qualquer paradigma”. Pensar em novos formatos e novas fontes de receita para poder ser mais eficiente na hora de mudar seu negócio nesse cenário instável e incerto. Rubens Salfer compartilha do mesmo pensamento, apenas se preocupar com a higiene não é suficiente e isso deve ser mostrado ao cliente, além de pensar em como se adaptar ao novo mundo em que vivemos.

Por último, foi levantada a mudança de comportamento do consumidor e sua reação à   reabertura. Barros aponta para o anseio pela socialização fora do lar. Ele acredita que algumas pessoas sairão já no primeiro dia, enquanto outras serão mais cuidadosas na hora de escolher os estabelecimentos, “existe uma mescla de sentimentos, talvez por isso essa incerteza toda”.

Os outros dois especialistas pensam que as pessoas estarão com medo e ávidos por segurança. Salfer afirma que além de procurarem um ambiente seguro, os clientes também desejam ter experiência ademais da boa comida. “Sua saída em busca desses momentos novamente terá que valer a pena”. Malfitani ressalta de mesma forma, segurança em primeiro lugar, mas que os restaurantes e bares devem se preocupar com a vivência do cliente ao comer no restaurante.  Esse mundo novo de restrições empobrecerá a experiência.

Por conta da Reabertura do Mercado de Alimentos e Bebidas chamamos vários especialistas para te ajudar nesse momento indefinido. Vamos fazer Mesas Redondas ao longo do mês de julho com os melhores profissionais do mercado trazendo o conteúdo mais atualizado só para você! Clique aqui para saber mais.

Confira também nosso curso Chef Executivo, você vai aprender estratégias para melhorar a Gestão e Produtividade através de dimensionamento de equipe, desenho de fluxo operacional e indicadores de desempenho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *